Debate com candidatos a prefeito e vice é realizado em São Miguel do Oeste

Última atualização: 15/09/2016 12:00:00

A Federação das Associações Empresariais de Santa
Catarina (Facisc), a Associação Empresarial de São Miguel do Oeste e o Núcleo
dos Jovens Empreendedores realizaram na noite desta quinta-feira (15), o
Projeto Voz Única. O evento reuniu os quatro candidatos a prefeito e seus vices
em um debate, mediado pelo o executivo da Facisc, Gilson Zimmerman.

Conforme Zimmerman, o objetivo foi de ouvir as
propostas e, especialmente, debater os pleitos da classe empresarial, que foram
disponibilizados anteriormente aos candidatos. As questões elencadas no debate
foram a partir da participação de todos os associados da Acismo, que foram
consultados e pontuaram questões das mais diversas áreas. As questões abordaram
assuntos como infraestrutura, educação, desenvolvimento econômico, saúde e
educação.

O presidente da Acismo, Cesar Signor, agradeceu a
presença de todos os candidatos que participaram do evento, considerado por ele
de suma importância para levar até os cidadãos as propostas de governo. “Precisamos
de propostas palpáveis, para que dentro dos próximos quatro anos o município
possa crescer e se desenvolver. E que nós eleitores tenhamos consciência em
escolher as pessoas corretas e no futuro poder cobrar”, manifestou na abertura
do evento.

O
debate

As manifestações dos candidatos iniciaram com a
rodada de apresentação. Airton Fávero (PMDB), Cristiane Zanatta Massaro (PSDB),
José Carlos Gerhardt (PDT) e Wilson Trevisan (PSD) puderam falar sobre a sua
experiência de vida, a trajetória na política e o caminho até a candidatura a
prefeito. Cada candidato teve três minutos para a sua apresentação.

A primeira pergunta respondida pelos candidatos se
referiram ao programa DEL, desenvolvido pela Facisc, que visa potencializar a
gestão do município, principalmente por trabalhar com objetivos de longo prazo
que vão além do período de gestão previsto para os cargos. Os candidatos foram
questionados então sobre o interesse em implantar esse modelo para contribuir
com a gestão e crescimento do município e em quais áreas dariam prioridade.

Na segunda rodada, cada
candidato manifestou sua opinião sobre os pleitos da Acismo, contidos no documento
entregue a cada um deles. Nos pleitos, podem ser citadas questões das condições
das rodovias, do aeroporto de São Miguel, de estacionamento, desenvolvimento
econômico, entre outros.

Na terceira rodada, cada
candidato pode realizar uma pergunta ao outro candidato sobre qualquer tema.
Airton Fávero perguntou a Wilson Trevisan sobre o movimento econômico em tempos
de crise. Trevisan questionou a candidata Criz Zanatta Massaro sobre a situação
do estacionamento rotativo. Cris, por sua vez, questionou o candidato Carlinhos
Gerhardt sobre o desenvolvimento e crescimento da economia e das empresas
locais. Por último, Carlinhos perguntou ao candidato Fávero sobre o que ele
considerava mais importante para um governante, se a experiência ou a
capacidade. Após cada pergunta, os candidatos tiveram direito a réplica.

Na quarta rodada, cada
candidato a prefeito sorteou sua própria pergunta entre quatro envelopes lacrados,
que continham perguntas dos temas saúde, educação, segurança pública ou infraestrutura.
Perguntas dos mesmos temas também foram respondidas pelos candidatos a vice na
sexta rodada do debate. A apresentação dos vices Claudete Fabiani (PMDB),
Idemar Guarasi (PR), Irton Lamb (PDT) e Alfredo Spier (PP) ocorreu na quinta
rodada.

As perguntas do público
foram feitas aos candidatos na sétima rodada. A candidata Cris falou sobre a
questão dos cargos comissionados e o percentual hoje aplicado na folha de
pagamento. Trevisan respondeu a questionamento sobre a temática do
estacionamento rotativo. Fávero respondeu sobre a questão das áreas industriais
e instalação de novas empresas. Carlinhos falou sobre o diferencial de sua
proposta para o setor empresarial.

O debate foi concluído
com mais uma explanação dos candidatos, com suas considerações finai, onde
puderam falar um pouco mais sobre suas ações se eleitos.

Ao final, os postulantes
ao cargo de prefeito em São Miguel do Oeste assinaram um documento simbólico
onde assumiram o compromisso de efetivar as ações elencadas no debate caso
sejam eleitos.

Cerca de 400 pessoas compuseram
a plateia que prestigiou o debate.

CADASTRE-SE

Receba novidades

Loading