Advogado fala sobre recuperação judicial a contadores

Última atualização: 20/07/2016 12:00:00

O Núcleo dos Profissionais Contábeis esteve reunido na manhã desta terça-feira (19), oportunidade em que receberam o advogado José Henrique Dal Cortivo, para uma conversa sobre recuperação judicial.

Conforme o advogado, diante da crise no Brasil, está se expandindo no mercado a ideia de “venda” da recuperação judicial e isso é muito perigoso. “Na recuperação judicial é tudo ou nada, quando você decide entrar no processo, vai sair no céu ou no inferno. Uma vez que você teve deferido pelo juiz o início do processo, ou você vai ter uma aprovação do plano pelos credores ou você vai ter a falência, com uma série de passos antes de chegar nessa situação, mas tem muitas empresas que querem vender direto essa ideia de recuperação judicial, onde possivelmente a empresa teria soluções menos arriscaras”, explica.

O especialista também esclareceu aos profissionais contábeis
todo o longo processo de recuperação judicial, baseado em uma lei de 2005, onde
a empresa que está em crise vai fazer um plano, uma proposta, para pagar essa
fonte que ela acumulou e que será aprovada pelos credores. Se não for aprovado,
haverá a falência. “A recuperação tem foco em realmente salvar a empresa,
preservar o empresário e o que ela representa, como os empregos. Já se for a
falência, ela será vendida pelo preço real, serão pagos os empregados,
credores, etc. Essa é a visão da nova lei de recuperação judicial. Agora, porém,
há um desvirtuamento desse processo, tornando disso um negócio em tempos de
crise”, enaltece.

CADASTRE-SE

Receba novidades

Loading